Logo Planmed

Goiânia - GO | Central de Atendimento (62) 3224-2808
 

Saiba como cuidar da saúde das crianças durante as férias

Saiba como cuidar da saúde das crianças durante as férias

No Brasil, o final do ano traz consigo um período de descanso muito aguardado por todas as crianças: as férias escolares! É um momento de diversão e alegrias, ampliado pelo clima festivo de Natal e Réveillon. Mas é uma época que pais ou responsáveis precisam ficar atentos e não podem descuidar da saúde das crianças.

Com a chegada das férias, a rotina de alimentação e atividades físicas, que são regulares em escolas, creches e outras instituições, pode ficar comprometida, com a ausência de um horário definido ou por comidas não tão saudáveis e brincadeiras que promovem pouca movimentação do corpo.

“Durante as aulas, existe um maior controle de horários para alimentação e brincadeiras. Nas férias, a tendência é ter uma liberdade maior para comer qualquer coisa e passar muito tempo assistindo televisão ou jogando videogame. É importante ter essa liberdade, mas é fundamental que seja algo supervisionado para não trazer prejuízos à criança”, explica a coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Michele Lessa.

Simone Rocha é mãe do Breno, que tem cinco anos, e acredita que a alimentação adequada nessa época é importante para manter saúde do filho, mas também porque é um aprendizado que a criança leva para toda a vida. “Eu acho legal deixar a criança ajudar no preparo dos lanches e da comida, por exemplo. Eu deixo o Breno me ajudar a fazer vitamina, cortar frutas com uma faca sem serra, fazer salada de frutas, preparar bolos e pão integral. Depois, ele come com muito mais prazer, porque ele ajudou a fazer e aprendeu como preparar a comida”, explica.

A coordenadora Michele Lessa dá algumas dicas simples de seguir para manter uma alimentação saudável durante as férias. “Oferecer bastante água para as crianças e tentar garantir que as refeições sejam realizadas no horário, evitando que a elas pulem refeições ou substituam por lanches. Além disso, estimular a alimentação saudável com frutas, verduras, legumes, arroz, feijão e carnes, evitando o excesso de doces e bebidas açucaradas”.

A atividade física é outro ponto fundamental para o crescimento e desenvolvimento das crianças e que não pode ser esquecido quando elas estão longe da escola. Nesse período, é comum que as crianças queiram passar longos períodos do dia sem fazer qualquer atividade física diante de um aparelho de TV, celulares, tablets ou videogames. Vale lembrar que as atividades físicas têm benefícios como o combate à obesidade, aumentam a resistência contra doenças e ajudam no desenvolvimento do corpo.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 150 minutos semanais de atividade física leve ou moderada, o que, na prática, representa apenas 20 minutos por dia, o que pode ser pouco para tanta energia que uma criança tem acumulada durante as férias.

De acordo com Michele Lessa, é fundamental estimular o ato de brincar em locais ao ar livre. “É importante destacar esse tempo, que deve ser de pelo menos uma hora, para a criança tomar sol, com atividades ligadas à natureza, para se divertir com brinquedos que estimulem a movimentação e que sejam menos tecnológicos, além de que esse tempo seja aproveitado em família”, finaliza.
Preocupada com essa questão, Simone também foi atrás de opções de diversão que estimulem as crianças durante esse período e dá boas ideias. “Eu gosto muito das opções mais óbvias e baratas, que são os parques, levar a criança para andar de bicicleta, fazer caminhada observando a natureza. Os brinquedos de parquinhos de areia são uma ótima opção também, porque estimulam a interação com outras crianças. E para variar os passeios, gosto de levar meu filho ao zoológico e qualquer outro lugar ao ar livre”, diz.

Janary Damacena para o Blog da Saúde

Fonte: http://www.blog.saude.gov.br/b6otbx

Solicite uma cotação (62) 3932-0112 ou Clique Aqui